BUS PARTY - SERVIÇO DE FESTA EM ÔNIBUS VIRA FRANQUIA



Inspirado no aluguel de limusines em Las Vegas para grupos de amigos que se divertem pelas ruas da cidade, o empreendedor Marcelo Somlo criou a Bus Party. A empresa customiza ônibus para a realização de festas e oferece serviços de DJ e bar para as comemorações. O negócio virou uma rede de franquias.
A Bus Party atua em São Paulo e no Rio de Janeiro e está em expansão para outras capitais e regiões metropolitanas. A primeira unidade franqueada foi vendida para Campinas (93 km a noroeste de São Paulo) e deve entrar em operação nos próximos meses.
No segmento de bufês, já surgem outras marcas de franquias no mercado. Os custos para abertura de um negócio vão de R$ 180 mil a R$ 2 milhões. 
Por trabalhar com uma estrutura móvel, o investimento na aquisição de uma unidade Bus Party é mais baixo em relação às que trabalham com aluguel de salões. Custa entre R$ 180 mil e R$ 220 mil (ônibus customizado + taxa de franquia + capital de giro). 
Para a franquia do bufê infantil Arca dos Sonhos, o investimento inicial (custos de instalação + taxa de franquia + capital de giro) é de R$ 400 mil; para o bufê infantil Cata-Vento é de R$ 500 mil; e para o bufê infantil Casa X, que tem a apresentadora Xuxa como uma das sócias, é entre R$ 991 mil e R$ 2 milhões.

Para consultor, é preciso cuidado com negócios da moda

Para André Friedheim, diretor da Francap, consultoria especializada em franchising e redes de negócios, inovar dando festas dentro dos ônibus desperta curiosidade, mas o empreendedor tem que avaliar se o negócio não é apenas uma moda. "O negócio tem que ser perene, este é um dos critérios para se tornar franqueadora", explica.
Os bufês infantis, já consolidados, encontram alta demanda no mercado e são uma boa oportunidade de negócio. "É um mercado em que há demanda, mas ainda não existe uma marca forte. Aquela que se propor a isso, com certeza, terá bons rendimentos", afirma.
Para quem pensa em adquirir uma franquia do segmento, as dicas são avaliar o mercado, escolher um bom ponto comercial com custos acessíveis de ocupação e uma franqueadora que ofereça suporte e treinamentos.

Negócio requer treinamento específico

Os profissionais que prestam serviços nos eventos da Bus Party são treinados para que as festas transcorram sem problemas. "O ônibus tem que circular em velocidade reduzida, para que as pessoas que estão bebendo e dançando não se machuquem. O profissional que serve as bebidas tem que saber a quantidade que pode colocar nos copos, para não derrubar e deixar o chão escorregadio", diz Somlo, da Bus Party.
Além do ônibus padrão, com capacidade para 40 convidados, a empresa tem um miniônibus, que comporta até 20 pessoas e está desenvolvendo outro com capacidade para 60 pessoas. O ônibus de festa segue as mesmas regras que os veículos que fazem o transporte metropolitano nas cidades, então, é permitido que as pessoas fiquem em pé durante o trajeto.
Os pacotes para a realização de festas são modulares. O contratante pode incluir os serviços que desejar, como bebidas importadas, doces finos, decoração temática e até jogos de cassino. O pacote básico no micro-ônibus, com DJ, água, refrigerante e duas horas de festas em dia de semana sai por R$ 800, mas as festas podem custar até R$ 8 mil de acordo com as escolhas do cliente.
A comemoração pode passar pelas principais avenidas da cidade, de acordo com a escolha do cliente, e há locais pré-determinados para parada. "As paradas são feitas em lugares seguros e as pessoas podem descer, fumar, tirar fotos ou cantar parabéns para o aniversariante, por exemplo", conta Somlo. Só não é permitido sair do ônibus se for uma festa infantil. "Temos feito muitas festas de crianças, estamos concorrendo diretamente com bufês infantis", declara.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FRANQUIAS BRASILEIRAS INTERNACIONALIZADAS

PORTUGAL - DESTINO DE FRANQUIAS BRASILEIRAS

FATOR EMOÇÃO NO FRANCHISING (E-FACTOR) E SELEÇÃO DE FRANQUEADOS