COMO ESCOLHER A FRANQUIA IDEAL?

Muitas são as dúvidas na hora de escolher qual a melhor franquia para investir. Porte do empreendimento, representatividade da marca e retorno financeiro são as preocupações mais comuns entre os interessados que, muitas vezes, apostam grande parte de suas economias na abertura do negócio. Diante disso, consultores em franchising ressaltam que a escolha do empreendimento deve acontecer após uma análise cuidadosa do modelo da franquia. Certificar-se de que os franqueadores oferecem suporte e treinamento adequados, por exemplo, é um dos aspectos que aumentam as chances de sucesso do empreendimento.
“É mito dizer que empreendedores gostam de riscos. Na verdade, eles calculam precisamente como agir em situações inesperadas. Por isso, o ideal é não ter pressa na hora de escolher o tipo da franquia e diminuir as possibilidades de insatisfação com o negócio”, afirma Leonardo Filardi, professor de empreendedorismo do Ibmec.
Com o mercado aquecido, o setor de franchising cresce 20,4% ao ano e tem nas atividades relacionadas à alimentação e vestuário os segmentos mais representativos. A despeito dessa preferência, Maria Cristina Franco, vice-presidente da Associação Brasileira de Franchising (ABF), lembra aos interessados que apesar de algumas franquias oferecerem taxas de investimento iniciais reduzidas, é preciso ter reservas antes de começar o negócio. “Não aconselho o empresário a abrir uma franquia com pouco capital, já que durante o processo de maturação haverá imprevistos e o aporte financeiro será fundamental”, diz.
Os interessados em abrir uma franquia terão uma boa oportunidade de conhecer melhor esse mercado durante a 20ª edição da ABF Franchising Expo, que a Associação promove a partir da próxima quarta-feira, dia 8. A feira ocupa quase 30 mil metros quadrados, reúne 420 expositores e espera receber mais de 45 mil visitantes durante os quatro dias do evento que acontecerá no pavilhão Vermelho do Expo Center Norte, na capital paulista.
Se você está buscando uma oportunidade para investir em franquias, veja dicas dos especialistas em franchising:
1ª - Avalie seu perfil profissional: Antes de investir no mundo do franchising tenha certeza de que possui disciplina, consegue seguir regras e sabe lidar com empreendedorismo restrito. Analisar se possui caráter empreendedor ou empregatício é importante quando a ideia é apostar neste segmento
2ª – Analise as condições estabelecidas pelo franqueador: A segurança do investimento aumenta quando a franquia tem um modelo de negócio formatado e testado por um número considerável de franqueados. Por isso, certifique-se sobre a quantidade de associados e unidades de franquia em funcionamento
3ª – Investigue a reputação da marca no mercado: Tenha cuidado com propostas desconhecidas, já que marcas com pouca representatividade são mais arriscadas. Para conhecer melhor a posição da franquia investigue quais localidades a conhecem e qual é sua posição frente à concorrência. “Quando o assunto é franquia não podemos generalizar dizendo que todas têm o mesmo nível de segurança e vantagens. Existem marcas que ainda não estão consolidadas e o empresário pode não ter o êxito planejado”, diz Gustavo Carrer, consultor do Sebrae-SP
4ª - Pesquise a trajetória da empresa: Uma análise apurada do histórico da franquia ajuda o candidato a identificar se as promessas de suporte oferecidas estão dentro das possibilidades do franqueador
5ª – Não escolha uma franquia apenas por seu valor: Ter identidade com o segmento e a área de atuação escolhidos faz com que o empresário aproveite suas habilidades na gestão do negócio. Além disso, apostar em áreas muito técnicas ou fora do comum pode trazer grandes riscos
6ª – Conheça o relacionamento entre os franqueados: O bom entendimento entre os empresários de uma franquia ajuda na resolução de problemas e na aquisição de representatividade com o franqueador. Outro fator que deve ser considerado é a presença de um conselho atuante, já que em momentos decisivos pode ser a melhor alternativa na busca de uma solução
7ª – Tamanho da franquia não é tudo: Acertar na escolha do negócio não está relacionado ao porte do empreendimento, mas à experiência do candidato e sua gestão. Entretanto, os riscos de começar com um negócio de grande porte para quem nunca empreendeu são maiores. “É possível ter uma franquia pequena e ampliar o número de unidades a partir da experiência adquirida. Tamanho não significa sucesso, já que bons resultados serão obtidos por meio do envolvimento do empresário e de suas estratégias de marketing”, diz Filardi
8ª - Não se engane com números lucrativos: Um dos aspectos que devem ser considerados na análise da lucratividade do negócio é o salário do dono. Se o proprietário trabalhar como um funcionário deve também ser remunerado por suas atividades, além de receber os ganhos da empresa. Identifique se na proposta da franquia é possível obter tais ganhos sem alterar a lucratividade
9ª - Ajuda oferecida ao franqueado: Observe no modelo de negócio oferecido pelo franqueador o tipo de atendimento que receberá – ou não - durante o processo de maturação do negócio. Saiba quais serão os treinamentos oferecidos, duração e valor, caso sejam cobrados
10ª - Espere o negócio maturar: Após escolher e montar a empresa não adianta se desesperar para obter resultados imediatos. Franquia é um negócio que também precisa de tempo de maturação e isso varia nas diferentes áreas.

Fonte: Ig Seu Negócio

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FRANQUIAS BRASILEIRAS INTERNACIONALIZADAS

A HISTÓRIA DO MC DONALD'S

Por que padronizar a rede?