Franchising se Destaca na Crise



Mesmo com o impacto da crise econômica, o franchising no Brasil tem crescido de forma satisfatória. A ABF (Associação Brasileira de Franchising)apresentou no seu Guia Oficial de Franquias 2009 o resultado do setor em 2008:

- O faturamento do setor em 2008 foi de R$ 55 bilhões - 19,5% a mais do que em 2007;

- 200 novas empresas adotaram o modelo de franquias como estratégia de crescimento;

- Atualmente são 1.379 redes de franquias e 71.954 unidades franqueadas;

- O setor é responsável por 647.586 empregos diretos e cerca de 2,6 milhões de postos indiretos.

A ABF divide o setor em 12 ramos e utiliza dados fornecidos pelas 600 redes associadas, assim como dados de mercado:

- Acessórios Pessoais e Calçados obteve 44,8% de crescimento com relação à 2007;

- Serviços relacionados à Veículos 31,7%;

- Vestuário 27,2%;

- Esporte, Saúde, Beleza e Lazer 25,8%;

- Apenas o segmento de Limpeza e Conservação apresentou queda no faturamento de -1,4%.

FATORES QUE CONTRIBUIRAM COM O CRESCIMENTO DO SETOR (Segundo a ABF):

- Aumento dos níveis de salários e da taxa de emprego;
- Maior acesso das classes C e D ao consumo;

Outro ponto positivo, segundo Ricardo Camargo da ABF, é que nos momentos em que o mercado sofre demissões, o setor de franquias acaba recebendo novos interessados.

A expectativa é que o setor continue crescendo este ano e aumente em 13% o faturamento.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FRANQUIAS BRASILEIRAS INTERNACIONALIZADAS

PORTUGAL - DESTINO DE FRANQUIAS BRASILEIRAS

FATOR EMOÇÃO NO FRANCHISING (E-FACTOR) E SELEÇÃO DE FRANQUEADOS